Procura-se: equilíbrio na produtividade

Por causa da minha profissão (e desde antes, na verdade), eu leio muito sobre qualidade de vida, produtividade, organização do tempo e afins. Ultimamente, eu tenho sentido que anda na moda uma ideia de ser produtivo a todo custo. Vocês têm percebido isso também?

Tenho visto muitos vídeos, palestras e profissionais voltados a fazerem você “performar” ao máximo. Não gastar tempo com besteiras, não fazer atividades à toa, delegar ao máximo e só fazer aquilo que lhe trará um retorno. Confesso que isso tem me incomodado um pouco. Estou lendo um livro, por exemplo, que sugere que você terceirize atividades pessoais contratando uma assistente pessoal indiana. Sendo responsabilidade dela atividades como escrever um bilhete de desculpas para o seu cônjuge (oi?!?!?).

Não estou dizendo que sou contra a sermos mais produtivas e de organizarmos o nosso tempo. Muito pelo contrário, inclusive ajudo algumas clientes que têm dificuldade a alcançarem essa maior organização e produtividade. A minha questão é o quanto estamos prezando por uma produtividade e performance, perdendo o equilíbrio?

Estamos sendo levadas a crer que devemos produzir a todo estante, que se não estamos trabalhando, devemos estar fazendo uma atividade física, devemos estar organizando nossos armários, devemos estar fazendo compras para a casa, devemos estar nas redes sociais para não perder nenhuma novidade, devemos, devemos, devemos…ufa! Em alguns casos, até atividades que eram hobbies passam a ser consideradas obrigações, que devem ser feitas em nome da produtividade.

Será que isso está certo? Onde fica o nosso ócio? Onde ficam os momentos de descontração e de relaxamento? A impressão que me dá é que estamos entrando em uma vibe de agirmos como máquinas, estando sempre preocupadas com produtividade e esquecendo de curtirmos a vida.

Ser produtivo é necessário e abre muito espaço na agenda, mas o que faremos com esse espaço é a questão. Que tal começarmos a reservar momentos no nosso dia para simplesmente curtir um ócio? Um momento Carpe Diem. Aquele momento em que você pode relaxar, curtir a família ou ficar sozinha e se dar um descanso. Por apenas esse momento você não se cobrar e apenas existir.

Por mais momentos de ócio, por favor.

 

Procura-se: equilíbrio na produtividade
Tags:             

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *