O que eu ganho com isso?

Minhas clientes de Coaching chegam com as mais diversas demandas. Seja para encontrar um trabalho com sentido, para se conhecer melhor, para organizar as demandas da sua rotina ou até mesmo para gerar mais qualidade de vida. A questão é que por detrás da grande maioria de todas essas demandas há algum hábito, circunstância ou comportamento que a pessoa quer ou terá que mudar para atingir o seu objetivo. Coaching envolve mudança!

Essa mudança de hábito, de postura, de atitude ou qualquer outra coisa pode ser desde apenas criar/adicionar algo novo a sua rotina, como trocar um mau comportamento, atitude, postura (e por aí vai…) para um melhor. Na verdade, isso não importa muito aqui nesse post. Se você, assim como as minhas clientes, está se vendo passar por esse momento, eu quero que você se questione o seguinte:

Quando eu faço o que estou fazendo ou quando eu vivencio o que estou vivenciando, que necessidade é satisfeita?

O que eu ganho com isso?

Acredite em mim, esse tipo de pergunta pode fazer toda a diferença para você começar ou largar qualquer coisa (ou pessoa, vai que…). Sabe aquilo que está na sua vida e você acha horrível, que só te prejudica e que você quer se livrar? Então, vou te contar que algum ganho você tem com ele. Sim, isso mesmo, cara leitora. Não adianta fazer essa cara!

Por exemplo, você continua naquele emprego que odeia? Que tal você se perguntar o que está ganhando com isso? Talvez você já seja conhecida nele e por isso não teria que gastar energia provando seu potencial em um novo lugar. Talvez você tenha um salário legal e não queira abrir mão disso agora.

Sabendo o que “te prende” naquilo que você quer se livrar fica muito mais fácil arranjar algo mais saudável para fazer a substituição. Talvez fazer uma poupança pensando no tempo que você vai ficar sem receber tanto, caso troque de emprego. Ou fazer uma transição mais leve entre carreiras, trabalhar com pessoas conhecidas ou até mesmo começar alguma espécie de psicoterapia para aumentar sua autoconfiança e autoconhecimento.

A mesma coisa acontece quando você quer inserir coisas novas na sua rotina. Quer começar uma atividade física? O que você ganha com isso? Condicionamento físico? Melhora na saúde? Mais disposição? Perda daqueles quilinhos que te incomodam? Aumenta seu ciclo social?

Quando a gente entende o que está ganhando com determinada atitude, comportamento ou qualquer outra coisa fica muito mais fácil tomarmos decisões conscientes. Além de tomarmos decisões mais claras e seguras nas nossas vidas.

Então você já sabe, a regra aqui é simples! Basta se questionar:

O que eu ganho com isso?

O que eu ganho com isso?
Tags:             

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *